• Gabriel Menezes

6 dicas para aumentar a produtividade em seu negócio!

Atualizado: 18 de Set de 2019

Não adianta melhorar seus ganhos e ter excelentes estratégias de vendas, se seus custos também estão aumentando.

Em tempos de crise econômica, diminuir os gastos da empresa se torna ainda mais necessário e vital para que as empresas se mantenham vivas e presentes no mercado, porém se feita de maneira errada pode ter drásticas consequências levando você a tomar desesperadas medidas e nem sempre (quase nunca), efetivas. Por isso, você deve ficar atento às dicas e novas tecnologias que possam contribuir nesse sentido.


Visualize todos os processos do seu negócio para facilitar o planejamento.

Coloque na ponta do lápis!


Defina metas de corte de custos, se você não mede e não controla suas despesas, você nunca conseguirá melhorar suas operações e economizar. Para isso, é interessante definir metas de cortes de gastos que sejam desafiadora, porém condizentes com a realidade. Portanto, é indicado analisar as performances da sua empresa em períodos passados para ter como referência. Você pode verificar qual foi o seu custo com fretes em relação ao desempenho obtido nos últimos 3 anos para tentar reduzir os seus gastos com transporte, ou pelo menos mantê-los proporcionais às produções respectivas, mesmo que ela tenha crescido.Uma dica para otimizar sua definição de metas de custos é utilizar o Princípio de Pareto,que indica que 80% dos resultados são provenientes de 20% das causas. O ideal é que essa definição de metas seja feita no momento em que o orçamento anual é estabelecido, sendo necessário também um acompanhamento mensal delas.



Analise o seu relacionamento com seus fornecedores.

Avalie seus fornecedores!


É fundamental checar se o seu atual parceiro está entregando aquilo que seu negócio demanda. Para isso é necessário o monitoramento dos indicadores-chave de desempenho (KPIs) relacionados ao fornecedor. É preciso avaliar o que você agrega de valor nesse parceiro e o que ele te oferece. Para isso, é possível verificar métricas como tempo médio de entrega e o nível de qualidade das matérias primas.

Também é importante entender como funciona o processo do seu parceiro de modo que você tenha base para buscar melhorias que tragam ganhos para ambos. Isso envolve o conhecimento de demandas, da capacidade produtiva e do atendimento comercial oferecido por ele a outros clientes.Com isso será possível obter uma boa economia de custos ao contratar um fornecedor que venda insumos mais baratos ou ao cortar serviços que você não utiliza junto ao atual parceiro.



Faça aquela boa e velha revisão em seus equipamentos e não espere o pior.

Faça manutenções preventivas!


É até lógico, quanto menos interrupções tiver em sua empresa, maior será sua produtividade e menor serão suas despesas com manutenções corretivas.

É preciso investir no acompanhamento das condições dos equipamentos, na reposição

de peças e de lubrificações adequadas aos mesmos, visando a maximização da vida útil

e diminuindo a probabilidade de surpresas desagradáveis quanto aos seus maquinários e ferramentas. Principalmente em indústrias onde os maquinários têm valores elevados para serem adquiridos, mas também a produção estacionada sem um prévio planejamento poderá acarretar em outros problemas, como atraso na entrega que comprometerá o seu relacionamento com o cliente (além de multas muitas vezes).


Estimule melhorias dos processos!


As melhorias nos processos operacionais são sempre necessárias, por isto é uma busca contínua, e quando estimulado a sua equipe a buscarem melhores práticas, este se torna mais fácil.

Um método muito conhecido é o PDCA - Plan, Do, Check, Act (Planejar, fazer, checar e agir) que visa a otimização contínua das tarefas de cada setor e/ou colaborador dentro da empresa. São quatro fases que permitem criar hábitos no seu negócio que promova aperfeiçoamentos e maior controle das atividades.



Busque automatizar processos demorados e monótonos.

Automatize processos!


Além de permitir registros deixando os processos e KPIs mais visíveis, dessa maneira, você vai conseguir entender muito mais seu negócio e liberar os seus funcionários para atividades que exijam mais criatividade e talento humano, automatizando as operações que são repetitivas e monótonas. Ou seja, a produtividade vai aumentar, com a automatização dos processos ao passo que haverá menos erros humanos e mais acertos nas operações, reduzindo os custos gerais de seu negócio.



Renove os seus equipamentos.

Renove os seus equipamentos!


Por mais que você maximize a vida útil dos equipamentos, eles ainda assim têm um vencimento, que a partir dela sua operação se torna demorada e improdutiva. Além disso, novas tecnologias podem representar mais qualidade para os produtos, rapidez na produção, e também economia, pois a tendência é a redução de insumos por produção, além de outras vantagens dependendo das inovações.


A redução de custos operacionais envolve uma busca contínua e estruturada, em que

todos os líderes e liderados devem participar.


É preciso construir uma cultura organizacional voltada para a maximização da economia

e a eliminação de desperdícios, pois somente assim será possível obter resultados positivos.

Afinal, de nada adianta aplicar as dicas acima se os colaboradores não cooperarem

com elas, continuando a desperdiçar recursos.

0 visualização
  • Branca Ícone Instagram

©2019 por Gabriel Sampaio.